terça-feira, janeiro 22

Reescrevendo a Própria História



Sempre considerei como combustível da vida a felicidade. É claro que não acredito na felicidade eterna e tudo sempre lindo e perfeito, mas a vida deve ser montada de momentos felizes. Sempre haverão momentos tristes e complicados e isso é inevitável, mas quando isso passa a ser rotina, existem duas opções.

A primeira é aceitar a situação e ir levando a vida como der, empurrando com a barriga e se acostumando à infelicidade.

A outra é tomar uma atitude que quebre essa inércia de infelicidade.

A primeira é muito mais fácil, não exige o menor esforço, mas em compensação a vida continuará sem perspectivas. A não ser é claro que aconteça um milagre e alguém resolva mudar o mundo por você.

A segunda é mais complicada, além de vontade exige coragem pra realizar mudanças e enfrentar o que for necessário nessa busca por algo melhor.

Não é fácil, e ainda bem que não, senão não teria graça e não seria dado o devido valor.

Qualquer mudança é complicada, seja ela imposta pelas circunstâncias da vida, ou uma decisão tomada, mas querer mudar é bem mais sofrido e doloroso.
Além de ter que lidar com as adaptações de uma vida nova (seja ela sentimental ou profissional), ainda é preciso lidar com a pressão da sociedade.

Por mais que você acredite que será melhor e que vai chegar onde deseja, sempre haverá a dúvida de que a decisão que você tomou foi a correta. Sempre haverá quem diga ou que questione se você não deveria ter deixado tudo como estava.

A verdade é que ninguém sabe o que se passa na cabeça de cada pessoa, as angústias e as dores que cada um já sofreu. O que é muito bom para uns pode ser insuficiente para outros, então vamos parar de julgar as decisões dos outros e pensar melhor nas nossas.

Às vezes nos falta parar pra pensar: “O que eu quero pra minha vida?”. A vida é uma só. Se chegar à conclusão que não está como gostaria, mas está caminhando pra isso, ótimo! Senão, por que não mudar?

Ah, mas não é tão simples assim...

Verdade, não é nem um pouco simples, mas acredito que por uma vida melhor e pela satisfação própria, sacrifícios são válidos. É um processo que pode ser difícil, mas que vale a pena. Haverá medo do fracasso, do julgamento, mas se for o caso, é só tentar outra vez!

Mais uma vez eu digo, a vida é uma só!

Vamos viver da melhor maneira possível e aproveitar o que ela tem à nos oferecer. A hora é agora!

3 comentários:

Fernanda Beleza disse...

Nossa esse texto foi um tapa na minha cara, realmente são puras verdades que vivemos fugindo e nos enganando mas que no fundo sabemos que não é o melhor pra gente, a falta de coragem complica muito a nossa vida, como eu queria conseguir tomar decisões e atitudes que ainda não consigo... parabéns pelo texto me identifiquei muito. Beijos!

* borboletinha * disse...

otimo texto...compartilhei ele no meu face...espero k nao tenha problema

Mariana Campos disse...

Fico feliz que tenham gostado! No ano passado passei por muitas mudanças, algumas forçadas e outras que optei por passar, e só tenho à dizer que hoje estou muito feliz! Sofri bastante no começo, mas cada dia mais me aproximo do que desejo, sinto que estou no caminho certo!

Abraços!

Postar um comentário